Artigos Sábado, 27 de Outubro de 2018, 17h:51 | - A | + A

SIRLEI THEIS

Taques irá para o ostracismo?

SIRLEI THEIS

 

Em maio de 2010, o governador afastado de Mato Grosso, Blairo Maggi, que se preparava para disputar a eleição para o Senado falou sobre o ostracismo que vive aquele que deixa o poder. Na ocasião Blairo falou que não era tão simples quanto o ditado que diz “depois do mandato nem mesmo o vento vem bater nas suas costas”.

 

 

 

Blairo se elegeu ao senado e para o governo do Estado veio o seu vice, então Silval Barbosa, que deixou o governo direto para a cadeia. Na sequencia o estado de Mato Grosso elegeu o paladino da justiça e da moralidade, Pedro Taques. Agora a poucos meses de deixar o governo derrotado nas urnas, onde buscou a reeleição, Taques de fato caminha a passos largos para ser evitado até mesmo pelo vento.

 

 

 

Nas urnas o mato-grossense já deu o seu recado, sua arrogância foi reprovada, sua inoperância foi censurada, sua falácia foi rejeitada.

 

 

 

O tempo irá provar se ele de fato sabia de todos os fatos podres de seu governo, e tenho certeza que ele vai se arrepender de não ter dado ouvidos àqueles que um dia ousaram tentar acorda-lo deste desagradável pesadelo que ele teimou em lançar a todos nós.

 

Que bom tivesse ele usado a Grampolândia para ouvir o nosso anseio de crescimento, que bom tivesse escutado nosso grito de que queríamos um estado melhor, que bom tivessem percebido os talentos que haviam e tivesse aproveitado cada um, há que bom teria sido! Pena que agora não dá mais tempo, tempo para nada. O tempo é pequeno demais para mostrar que Taques não tem o tamanho que imagina ter, parece que só nós sabemos o quão minúsculo e diminuto ele é.

 

 

 

Escrevo esta análise com uma tristeza enorme no coração, pois eu fui uma das eleitoras do Taques, acreditei no seu projeto e trabalhei muito para ajuda-lo, mas ele se perdeu no meio da arrogância e do poder. Mato Grosso deixou de ser sua prioridade. As prioridades passaram a ser as do Pedro e Pedro sendo tão pequeno, errou, pois os que não concordavam com ele passaram a ser inimigos e muitos desses inimigos, escolhidos pelo próprio Pedro e seu Staff, na maioria das vezes estavam sendo muito mais amigos do que aqueles que aplaudiam tudo o que o Pedro falava e fazia. Pude sentir na pele durante a campanha eleitoral, onde fui candidata a vice-governadora ao lado do senador Wellington Fagundes, que não só o Taques, mas também tantos outros políticos que foram eleitos como a última esperança das pessoas, mas que deixaram se corromper pelo poder, não destruíram apenas nosso estado, mas dizimaram a esperança de centenas e milhares de pessoas. Encontrei muitas pessoas que já desistiram de acreditar, que já não sonham mais e sequer acreditam que algo vai mudar. É muito triste isso, pois se todos desacreditarem o que será de nosso estado e do nosso país!

 

 

 

O governador eleito Mauro Mendes tem de fato um grande desafio pela frente, reconstruir nosso estado, reconquistar a confiança dos servidores, devolver a esperança àqueles que já não acreditam, combater a opressão e garantir o crescimento. Como meta pessoal deverá evitar a arrogância do poder, a cegueira da caneta mais pesada, o engodo dos puxas sacos e, principalmente identificar aqueles que venderiam a alma apenas pelo poder e se livrar deles.

 

 

 

Não se trata de ser o mais mais ou o menos menos. Nosso estado precisa de cuidado, de carinho, de alguém que cuide dele e de nós que aqui estamos. Não precisamos de um governo que olhe para baixo para nos enxergar e sim de alguém que olhe para o lado. Espero que de fato Mauro Mendes consiga e não siga o mesmo caminho percorrido por Silval e Pedro Taques, homens que tiveram tudo para escrever uma linda história, mas escolheram sair pela porta dos fundos.

 

 

 

Como os dias de Taques vão terminar não sei, mas do jeito que está acho mesmo que em muito breve até mesmo o vento irá ignora-lo. Triste fim para alguém que um dia chegou a pensar em ser o presidente do Brasil. Sua partida será comemorada, afinal sem ele tanto o Brasil, como nosso querido Mato Grosso estarão bem melhores.

 

 

 

SIRLEI THEIS é advogada e especialista em Gestão Pública.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet