Caldeirão Político Quarta-Feira, 09 de Janeiro de 2019, 09h:00 | - A | + A

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO

Governo Taques realizou descontos em salários, mas não repassou a bancos

DA REDAÇÃO

 

A Secretaria de Fazenda (Sefaz) revelou que a gestão anterior, do tucano Pedro Taques (PSDB), não fez o repasse aos bancos dos empréstimos consignados dos servidores após os descontos nas folhas salariais. Em nota, a Sefaz informou que "por falta de saldo contábil nos últimos meses de 2018 só será possível realizar os repasses das parcelas de consignados aos bancos no mês de janeiro, após a adequação dos sistemas para o orçamento de 2019".

 

Os servidores do Estado são os maiores prejudicados, já que estão com os limites comprometidos e impossibilitados de realizar novos empréstimos.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Jose - 09/01/2019

Favor não esquecer que ainda falta apurar os desvios e fraudes do desgoverno taques da transformação em caos e roubalheira, dando explicações sobre como vamos recuperar as fraudes referente a caravana da transformação; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

1 comentários

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet