Política Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, 11h:27 | - A | + A

"CIDADÃ COMUM"

Após post polêmico, juíza afirma que foto "viralizou de forma equivocada"

Advogados se sentiram desrespeitados com postura da juíza. Ela afirma que: "jamais tive a intenção de praticar qualquer ato de ironia"

DA REDAÇÃO -Atualizada 16h22 17/04

 

A juíza de Tangará da Serra, Anna Paula Gomes Freitas, se posicionou publicamente, após se envolver em uma polêmica, com a postagem de fotos em sua rede social, em que aparece fazendo caras e bocas com a seguinte frase: “Aquela satisfação quando da pergunta idiota vem uma resposta que é tudo que a defesa não queria ouvir”.

 

Na nota (Veja abaixo), ela afirma que em 14 anos de magistratura sempre trilhou "um trabalho sério em favor da população e do estado e pautado no respeito com agentes que compõem o trâmite jurídico".

 

Após a postagem, a juíza foi duramente criticada pela Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso, por ter chamado advogados de "idiotas".

 

Veja os posts

JUIZA ANA PAULA INSTA

 


 

 

 

 

 

 

NOTA PÚBLICA

Em outubro deste ano, completo 14 anos no pleno exercício da magistratura em Mato Grosso. Cargo que ocupo com honra, amor, dedicação e responsabilidade. Ao longo desses anos, atuei nas comarcas de Nova Canaã do Norte, Colíder, Alto Araguaia, Alta Floresta e, agora, em Tangará da Serra. Isto, sempre trilhando um trabalho sério em favor da população e do Estado e pautada no respeito com agentes que compõem o trâmite jurídico.

 

Contudo, infelizmente, em data recente, a cidadã comum – que reclama da fila do banco ou de uma atitude de um semelhante – tomou o lugar da juíza. As declarações que postei na minha rede social (fechada, supostamente só para amigos) foram postas à população, aos magistrados e, principalmente, aos advogados em geral, e tomaram grandes proporções na mídia.

 

Infelizmente, viralizou de forma equivocada, pois, jamais tive a intenção de praticar qualquer ato de ironia, ou desrespeito para com quem quer que seja, principalmente, para com os advogados.

 

A advocacia é uma profissão à qual servi, honrei e sempre respeitei e da qual tenho muito orgulho, pois, antes de Magistrada, fui advogada.

 

E é para os advogados que dedico este último trecho desta nota. Quem atuou comigo, nas cinco comarcas que citei, sabe do respeito, da isonomia e da seriedade com os quais sempre tratei a classe – que compreendo o importante papel que possuem diante da sociedade. Em respeito à população e aos advogados, bem como pela Justiça, senti a necessidade dessa explicação, como uma forma de retratação.

Anna Paula Gomes Freitas

 

Confira a Nota da AMAM

 

NOTA DE REPÚDIO

 

A AMAM — Associação Mato-grossense de Magistrados — entidade classista dos juízes e desembargadores do Estado de Mato Grosso, nos estritos limites da livre manifestação de pensamento e no exercício do seu mister sócio-político e associativo, tendo em vista a injustificável proliferação de notícias mentirosas e tendenciosas  a envolver o nome da magistrada Anna Paula Gomes Freitas, da Comarca de Tangará da Serra , vem a público apresentar Nota de Repúdio nos seguintes termos:

 

1. A magistrada já se explicou e se retratou sobre o incidente matriz de toda a celeuma envolvendo sua pessoa, para tanto se utilizando dos meios de comunicação donde foram extraídas as informações primeiras, no caso, as redes sociais de uso geral.

 

2. A má-fé ou os interesses “não republicanos”, universalizados através de recorrentes publicações em sites de notícias de fotos e postagens antigas da magistrada em redes sociais, não estão colaborando para a prevalência da verdade e muito menos fazendo justiça à grandeza de caráter e humildade da magistrada ao reconhecer seu erro.

 

3. Destaca-se que os potenciais excessos, com conotação de injúria e/ou difamação, serão passiveis de averiguação e reclamação perante os canais constitucionais e legais colocados à disposição de qualquer cidadão da República.

 

4. A AMAM - Associação Mato-grossense de Magistrados enaltece a fortaleza de caráter da magistrada e sua coragem e humildade e ao mesmo tempo se solidariza a ela contra esses ataques mentirosos e contra a proliferação irresponsável de fake news usando seu nome.

 

 

 

Cuiabá (MT), 16 de abril de 2018

 

José Arimatéa Neves Costa

 

Presidente da AMAM

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet