Política Quarta-Feira, 14 de Março de 2018, 12h:08 | - A | + A

GOVERNO E/OU SENADO

DEM não será só coadjuvante nas Eleições 2018, dispara ex-líder de Taques na AL

Com Jayme Campos e Mauro Mendes, ambos muito bem colocados na última pesquisa Ibope, quer fazer parte da majoritária

SÍLVIA DEVAUX

DA REDAÇÃO

 

Após deixar o posto de líder do Governo na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Dilmar Dal'Bosco, que também é presidente estadual do Democratas, confirmou nesta quarta-feira (14), em entrevista à Rádio Capital FM 101,9, que o DEM pode romper com o governador Pedro Taques (PSDB) nas Eleições 2018.

 

O presidente do DEM em Mato Grosso já avisou que o partido não aceitará ser só "coadjuvante, ficar só carregando mala, grudando cartaz e entregando santinho” eleições deste ano e que também não devem aceitar a vaga de vice-governador.

 

Com o ex-senador Jayme Campos, uma de suas principais lideranças no estado, e agora com a filiação do ex-prefeito Mauro Mendes, ambos muito bem colocados na última pesquisa Ibope e grandes lideranças políticas, ele enfatizou que o DEM quer fazer parte da majoritária, na disputa ao Governador e também a Senado.

 

"Nós vamos ter candidatura", assinalou Dilmar Dal'Bosco que ainda completou que vê dificuldades de manterem a mesma aliança de 2014, que elegeu o Pedro Taques ao Governo, se não tiver espaço para o DEM numa composição.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet