icon clock h

Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2021, 14h:55 | - A | + A

ALINHAMENTO ENTRE PODERES

Mendes pede que Botelho permaneça na Mesa Diretora e rejeite TCE

Botelho disse que governador pediu para ele não deixar a Mesa e que permaneça na Assembleia

Ana Adélia Jácomo

Da Redação

AL-MT

Eduardo Botelho

Após três mandatos como presidente, Botelho deixa o comando da assembleia nesta terça

O governador Mauro Mendes (DEM) fez um pedido particular ao presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), para que permaneça na nova formação da Mesa Diretora da Casa. A expectativa é que Botelho assuma a primeira-secretaria em eleição que ocorre no plenário nesta terça-feira (23.02), às 19h.

 

O deputado estadual Max Russi (PSB) deve ser eleito novo presidente da Assembleia já que Botelho foi retirado da presidência por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). Em coletiva de imprensa realizada no início desta tarde, Botelho afirmou que não faz tanta questão de permanecer como membro da diretoria, mas que recebeu o pedido feito por Mendes.

 

“A chapa ainda não está totalmente formada, mas isso deve ocorrer nas próximas horas. Manter o que está aí, porque está dando certo. Estamos economizando, devolvendo dinheiro, não tem rolo aqui dentro, só coisas boas. Devolvemos R$ 800 milhões esse ano e ainda temos dinheiro em caixa. Começamos o ano fazendo devoluções, então esse é o caminho mesmo”.

 

“Os deputados estão pedindo para eu ficar na Mesa Diretora, porque eles têm uma confiança muito grande em mim. Durante o tempo que eu passei nessa presidência, o que eu fiz foi dizer ‘não’ (...) Mauro Mendes pediu também. Pediu”, disse.

 

Sobre rumores de que Botelho estivesse se articulando para assumir uma cadeira No Tribunal de Contas do Estado (TCE), o deputado negou e reforçou que o pedido do governador é para que ele permaneça na Assembleia.

 

A apuração dos votos será realizada em plenário e o resultado proclamado após a votação. Os eleitos tomarão posse imediatamente. A atual Mesa Diretora teve o mandato destituído pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após o ministro Alexandre de Moraes deferir liminar em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin).

 

No entendimento do STF, é possível apenas uma única recondução aos cargos da Mesa Diretora. Além do atual presidente Eduardo Botelho (DEM), todos os membros eleitos para o biênio 21/22 foram depostos do cargo que ocupam, no entanto, podem ser reconduzidos em funções diferentes. 

 

Botelho foi reeleito para o terceiro mandato consecutivo em 1º de fevereiro deste ano. Ele comandou a Casa pelos biênios 17/18 e 19/20. Agora, deve deixar o a presidência e nova eleição interna será realizada para definir nova Mesa Diretora para os anos de 2021 a 2022.

 

A mesa atual tem a seguinte formação: Presidente - Eduardo Botelho; 1º Vice Presidente - Janaina Riva; 2º Vice Presidente - Wilson Santos; 1º Secretário - Max Russi; 2º Secretário - Valdir Barranco; 3º Secretário - Delegado Claudinei e 4º Secretário - Paulo Araújo. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.