Política Sexta-Feira, 13 de Abril de 2018, 15h:09 | - A | + A

ALIMENTAÇÃO E SAÚDE

Rui Ramos pede estudo para aumentar "auxílios" para servidores do Judiciário

Magistrados não têm direito ao auxílio-saúde, mas recebem o alimentação e também o moradia, o que totaliza a quantia de R$ 5.450,00 a mais no salário mensal. A quantia representa um valor maior que o salário recebido por 95% da população brasileira.

LAICE SOUZA

DA REDAÇÃO

 

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Rui Ramos Ribeiro, requereu um estudo da Coordenadoria de Planejamento sobre o impacto orçamentário e financeiro de um possível aumento no auxílio-alimentação e auxílio-saúde dos servidores.

De acordo com o ofício, que determinou o estudo, a análise será sobre um auxílio alimentação de R$ 1.150,00 e um auxílio-saúde de R$ 800,00. O auxílio-saúde é pago somente para os servidores e o auxílio-alimentação para todos os servidores e também magistrados. Atualmente o auxílio-alimentação é de R$ 1 mil e o saúde de R$ 400,00.


Caso seja aprovado, além do salário base de cada servidor, será recebido a mais a quantia de R$ 1.950,00, a partir do dia primeiro de maio.


De acordo com o desembargador Rui Ramos, a medida leva em consideração o "direito à saúde e alimentação", que são direitos sociais merecedores de maior atenção por parte do Poder Judiciário.


O QUE REPRESENTA O AUMENTO DO AUXÍLIO NO SALÁRIO DOS MAGISTRADOS

Atualmente, um desembargador do Judiciário de Mato Grosso tem um salário de R$ 30.471,11, já um juiz que atua em Cuiabá e Várzea Grande o valor recebido a título de salário, sem os penduricalhos, é de R$ 28.947,55.


No caso dos desembargadores e juízes, eles ainda têm o direito a receber auxílio-moradia no valor de R$ 4,3 mil e o alimentação (que atualmente é de R$ 1.000,00 e pode passar para R$ 1.150,00 a partir de maio). Ao todo, somando os dois auxílios, os magistrados terão um valor extra a receber de R$ 5.450,00, caso seja aprovado o aumento no reajuste proposto pelo presidente.


Somente esses dois auxílios recebidos pelos magistrados são maiores que o salário recebido por 95% da população brasileira.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet